in

AmeiAmei OMGOMG BravoBravo InteressanteInteressante

Cachorro agressivo defendendo a comida? Descubra agora o que fazer

Saiba mais sobre agressão alimentar e como resolver esse problema na hora das refeições do seu pet.

Você já viu um cachorro demonstrar agressão para proteger sua comida?

Recebemos direto relatos desse tipo, pessoas que decidiram ter um segundo cão e enfrentam problemas, especialmente no início.

Normalmente é o filhote que, sem entender as Regras, Limites e Limitações da casa, invade o território do cão mais velho para pegar a comida alheia.

O cão mais velho instintivamente defende seu alimento e o caos se instaura, garantindo o desespero dos humanos presentes.

Chamamos isso de agressão alimentar, e espero que isso não esteja acontecendo com você.

Mas se estiver acontecendo, não cometa o erro mais básico: isolar as áreas para que eles comam separadamente.

Apesar de parecer a solução mais óbvia, as pessoas nem sempre percebem que isso pode se tornar um problema grave.

Isso porque não existe apenas o perigo de outros cães ou humanos na casa serem mordidos.

Ao longo do tempo esse comportamento pode levar o cão a se tornar possessivo sobre tudo, inclusive você!

Ou pior! Esse comportamento pode terminar em uma agressão a uma criança que esteja visitando a sua casa e não entenda que o pote de comida do seu cachorro é uma zona proibida.

Melhor prevenir do que remediar, concorda?

Você entenderá nesse artigo que o correto nessas horas é que o animal se afaste de forma submissa, sem demonstrar agressividade para defender o alimento.

Como fazer isso? Continue lendo esse artigo para descobrir o que nós na Ruff Ruff fazemos para resolver esse problema.

 

Índice de conteúdo

  1. Mas o que é agressão alimentar?
  2. Como reconhecer uma agressão alimentar a tempo?
  3. O que fazer para resolver o problema?
  4. Conclusão

 

#1. Mas o que é agressão alimentar?

 

cachorro com agressão alimentar
Reprodução internet

 

A agressão alimentar é uma forma de proteção na qual um cão se torna muito agressivo ao comer, usando ameaças para forçar os outros a se afastarem.

Ela existe em 3 graus:

  • Suave: o cão rosna e pode mostrar seus dentes.
  • Moderado: o cão se prepara para avançar ou avança quando abordado.
  • Grave: o cão morde uma pessoa ou animal para defender sua comida.

Embora seja fácil supor que todos os casos de agressão alimentar são uma demonstração de domínio, isso não é necessariamente o caso.

Um uma matilha de cães, os cães alfa sempre se alimentam primeiro depois de uma caçada bem sucedida, e só então os outros cães pegam o que sobrou de acordo com a posição na matilha.

Sim, eles são organizados e obedecem hierarquia.

Para um cão alfa, mostrar agressão alimentar é uma forma de dominação, mas para um cachorro com uma posição mais baixa, pode ser um sinal de ansiedade ou medo.

Por isso fique atento para identificar qual é o seu caso.

 

#2. Como reconhecer uma agressão alimentar a tempo?

 

cachorro com agressão alimentar
Reprodução internet

 

Quando seu cachorro estiver comendo, o corpo dele endurecerá e ele tenderá a manter a cabeça abaixada. Nesse caso ele está usando sua linguagem corporal para “pairar” sobre a refeição e protegê-la. O rabo pode ficar rígido e as orelhas apontadas para cima.

Ele pode fazer isso com humanos ou outros animais.

Finalmente, ele deverá rosnar, avançar ou morder. Isso é o que iremos evitar!

 

#3. O que fazer para resolver o problema?

 

cachorro com agressão alimentar
Reprodução internet

 

O primeiro passo é avaliar o comportamento geral do seu cão.

Ele está apenas demonstrando possessividade em relação à comida, ou o comportamento se estende a outras coisas, como brinquedos favoritos, móveis ou até mesmo pessoas na família?

Seu cachorro rosna quando pessoas se aproximam de você? Isso pode parecer bonitinho a princípio, mas se acontecer com uma criança de dois anos de idade?

Avalie também a confiança e o comportamento geral do seu cão.

Se ele é naturalmente um cão dominante, então você precisará se afirmar como o Líder de uma maneira calma e assertiva, conquistando respeito.

Por outro lado, se ele é tímido e submisso, você precisará aumentar sua confiança e ensinar-lhe que sua comida está em segurança mesmo quando humanos se aproximam.

Finalmente, determine se a agressão alimentar do seu cachorro é leve, moderada ou grave. Para casos graves, comece consultando um profissional até conseguir baixar para um nível moderado.

Depois de concluir essas etapas você estará pronto para começar a alterar o comportamento dele.

Aqui estão algumas técnicas para usar:

 

Seja consistente

Especialmente quando filhotes, os cães não sabem quando terão uma próxima refeição disponível, por isso encaram o prato de comida como se fosse o último de suas vidas.

Certifique-se de estar alimentando seu cachorro nas mesmas horas todos os dias. Isso dará a ele certeza de que uma próxima refeição está chegando.

Os cachorros têm um relógio interno muito bom e, com consistência, aprendem rapidamente quando é hora de acordar, de dar uma caminhada, ou quando você voltará do trabalho.

Com a hora das refeições não deveria ser diferente. Seja regular na alimentação para tirar a ansiedade dele.

 

Faça o cão trabalhar pela comida

Treine-o para sentar e esperar mesmo depois de colocar a tigela no chão. Se nesse tempo ele tentar avançar o sinal, reivindique a posse da tigela para que ele reconheça que é sua tigela, não dele.

Depois de trabalhar a paciência por alguns segundos, aproxime a tigela dele e então você pode se afastar. É a recompensa dele por esperar a sua autorização.

Sempre alimente seu cão após a caminhada, nunca antes. Isso satisfaz seu instinto de caçar comida, então ele vai sentir que ganhou algo pelo esforço ao chegar em casa.

 

Líderes comem primeiro

Lembre-se que, quando uma matilha selvagem faz uma caçada bem-sucedida, os cães alfa comem primeiro. Não deve ser diferente em sua casa.

Nunca alimente seu cachorro antes ou enquanto os humanos estiverem comendo. Os humanos comem primeiro e depois, quando terminam, os cachorros comem.

Isso reforçará seu status como Líder do bando e ele olhará para você com mais respeito.

 

“Ganhe” a tigela dele

A agressão alimentar pode se agravar se você se afastar da tigela, porque é isso que seu cão quer. E cada vez que você se afasta quando seu cachorro está mostrando agressão, ele “vence”.

A recompensa nesse caso é a comida e isso apenas reforça a agressão.

Experimente recondicionar o cão até que ele aprenda que ele ganha algo sempre que deixa você se aproximar.

Aqui estão algumas técnicas que você pode usar:

  • Alimentação manual: Inicie a refeição do seu cachorro dando-lhe comida à mão. Depois, use suas mãos para colocar a comida na tigela, isso dará a ela o seu cheiro. Com o seu cheiro na comida ele passará a reconhecê-la cada vez mais como sua, não dele.
  • Brinque com o pote: Quando ele estiver começando a comer, retire o pote dele e o aproxime de você. Ele tentará se aproximar, mas não o deixe invadir seu espaço. Defenda territorialmente o pote até que ele aguarde pacientemente. Então você poderá devolver o pote como recompensa pela paciência demonstrada por ele. Repita o processo duas ou três vezes nas refeições iniciais. Ele entenderá com as repetições que é normal alguém se aproximar e mexer no pote dele, e que a submissão e paciência são as chaves para ter a comida de volta.
  • “Troca” por algo melhor: Quando seu cão está comendo a comida normal, aproxime-se dele com algo melhor, como um petisco especial. O objetivo aqui é fazer com que seu cachorro pare de comer a comida para tirar o petisco de você. Isso ensina seu cão várias coisas. Uma é que ninguém vai roubar sua comida se ele desviar o olhar dela. A outra é que tirar sua atenção da comida quando as pessoas se aproximam gera uma recompensa.

 

Artigo relacionado: Como ter um cachorro comportado em 3 etapas

 

Conclusão

Na reabilitação de um cão agressivo com comida, duas coisas estão acontecendo:

Uma é que você está dessensibilizando seu cachorro para que ele não se torne mais protetor quando alguém se aproxima dele enquanto está comendo.

A outra é que você está ensinando seu cão a associar pessoas (e animais) que se aproximam de sua tigela como coisas boas.

Existem muitas outras técnicas, mas essas costumam ser suficientes. A chave, como sempre, é ser calmo, assertivo e consistente.

 

E aí? Você estabeleceu um ritual de alimentação para seu cão?

O que você achou??

1 point
Upvote Downvote
Ruff Ruff

Escrito por Ruff Ruff

Em tudo o que fazemos nós acreditamos em desafiar o tradicional pensando o estilo de vida com nossos cães de forma diferente. Desafiamos o tradicional criando produtos muito bem projetados, feitos para durar e que proporcionam momentos especiais entre você e seu cão. Acabamos naturalmente fazendo produtos fora de série para cachorros, mas pensando no estilo dos donos. Quer conhecê-los?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

semelhanças entre beagle e criança

As Semelhanças Entre um Beagle e uma Criança

Peludos se vestem de Drácula para aproveitar o Halloween