Casamento: Pajem E Daminha Pet!

in

Pajem e Daminha Pet! Confira algumas dicas para um casamento e com a presença do seu filhote de quatro patas.

Seu pet é seu melhor amigo? O meu é, com toda certeza haha
Então porque não levar o seu filho de quatro patas em seu casamento?

Nossa, Camilla… será?

Casamento: Pajem E Daminha Pet!

Se o seu pet é uma parte importante da sua vida, nada mais natural que levar ele, pode ter certeza que ele irá se sentir muito feliz por fazer parte desse dia tão especial. Irei me casar ano que vem (2020) e estou cada dia mais ansiosa para ver o Snow entrando com as alianças.

Claro, que existem diversos cuidados com seu pet nesse dia… Separei algumas dicas e ideias para que você possa tomar todos os cuidados sem dispensar a presença do seu animalzinho de estimação no seu dia especial.

PRECISA CONHECER O SEU PET

Imagem: reprodução internet

Antes de qualquer coisa, precisa analisar como o seu pet é:

  1. Ele é tímido?
  2. Bravo?
  3. Arteiro?
  4. Não é acostumado com muitas pessoas?

Precisamos entender que cachorro não é como um humano que pede para entrar normal e entregar as alianças… Precisamos estar preparados para que TUDO pode acontecer no dia!

O Snow, se deixar ele sai cumprimentando e pulando em todos os convidados até chegar em nós haha

E por ele ser de porte grande, não podemos deixar que pule em nossos convidados não é mesmo?! haha

E para que isso não aconteça, pensamos em colocar meu irmão para entrar junto com ele, na guia claro.

Imagem: Reprodução internet

Isso pode ajudar muito seu pet, mas lembrando que deve colocar ele com uma pessoa que ele já tem contato. Uma dica importantíssima também é de sempre levar petiscos para dar a ele como recompensa.

ADESTRE O SEU PET

Se você não gosta muito da ideia fofíssima de entrar alguém com seu pet, existe a possibilidade de adestrar ele.

Afinal, você conhece seu pet como mais ninguém. Se você acha que é possível que ele faça alguma coisa fora do planejado, um adestrador pode te ajudar.

É importante que seu cão seja adestrado um tempo antes do casório, no mínimo uns 3 meses, podendo prolongar… Afinal, você quer que ele seja adestrado com muito carinho e não por imposição.

CUIDADO COM O LUGAR QUE IRÁ SE CASAR

Imagem: Reprodução Internet

Vale lembrar que antes de mais nada, é importante saber que nem todos os lugares aceitam a entrada de animais.

Especialmente se você for casar na igreja, converse antes com o padre ou pastor, para saber se seu pet pode ou não entrar na cerimônia. Considere casar ao ar livre. Para o cachorro, estar em sintonia com a natureza pode deixá-lo mais tranquilo.

Um dica muito importante, é que você leve seu pet ao lugar antes para que ele o conheça. Se o pet estiver mais familiarizado com o local, é mais uma garantia de que tudo vai correr dentro dos conformes.

E O LOCAL DA FESTA?

Seu pet pode se dar bem com a cerimônia de casamento e levar as alianças belíssimo roubando a cena. Mas, como já falei anteriormente, ele não é uma pessoa, existem grandes fatores que podem estressar seu pet na festa.

  1. A música alta da festa, além de todo mundo dançando, podem deixá-lo muito assustado e estressado.
  2. Seu cão pode ser um amor em casa, mas em períodos estressantes ele pode ficar pulando e até mesmo morder alguém devido ao estresse.
Imagem: Reprodução Internet

Em meu casamento, será ao ar livre e como já disse antes, pode ajudar muito o seu pet, mas mesmo sendo ao ar livre, ele irá participar apenas da cerimônia. É importante ter alguém responsável para ficar com seu pet, como por exemplo uma  ‘’Pet Sitter’’.

Antes do casamento, essa pessoa deve levá-lo para passear e fazer suas necessidades. O ideal é que pelo menos uns quinze minutos antes da cerimônia ele seja levado novamente.

Além das necessidades, seu cão precisa de comida e água. E também é sempre bom deixar uns petiscos com o responsável também.

Outra dica é, pedir para o noivar deixar alguns petiscos no bolso também, que assim ele vai chamando o pet até o altar!

Texto Relacionado: 12 Cães que Compartilharam Momentos Importantes

Ainda mais importante, tenha alguém responsável por levar o cãozinho para casa depois da cerimônia. Deixe-o descansar, pode ter certeza que ele estará muito realizado por fazer um papel tão importante na vida dos noivos. A festa está só começando para vocês, mas a parte formal já exigiu bastante dele.

 

Camilla Dias do snowdoguinhoo

Escrito por Camilla Dias do snowdoguinhoo

Engenheira Sanitarista e Ambiental, tenho um filho de 4 patas, o @snowdoguinhoo, um Akita Inu muito fofo, carinhoso e adora uma bagunça, Snow foi quem que me ajudou a enxergar o mundo e os animais de outra maneira, hoje sou vegetariana, amante e defensora dos animais.

Comentários

Leave a Reply
  1. O meu participou do meu casamento. Quis que fosse realizado em um sítio, justamente para que ele pudesse estar presente.Tive bastante receio se ele ficaria bem,pois teve uma doença quando filhote (cinomose) que deixou algumas sequelas, dentre elas a neurológica. Ele toma medicação diária para evitar convulsões.Em contrapartida,por ele ser tão importante,não queria deixá-lo de fora desse momento tão único.Graças a Deus deu tudo muito certo!Ele entrou com a minha irmã conduzindo a guia,não se agitou e nem passou mal.Foi um momento especial e que rendeu lindas fotos e lembranças!Ele foi a estrela do casamento rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Viajando com o Cachorro

Como Adotar Cachorro: 7 Dicas Que Deram Certo