O Que É Enriquecimento Ambiental para Cães? Venha Descobrir!

in ,

Conheça a definição e a importância dessa atividade para a saúde do seu amigo canino.

Você já ouviu falar sobre enriquecimento ambiental para cães?

Pode parecer que se trata de um tema difícil, mas fica tranquilo, pois é mais fácil do que imagina.

Conhecer a definição deste termo é fundamental para a saúde e bem estar do seu pet, pois aplicar as técnicas e práticas necessárias pode melhorar consideravelmente sua qualidade de vida.

Vamos aprender mais sobre o tema para desmistificá-lo em sua mente e te fazer compreender como é um assunto altamente relevante.

Qual é a definição de enriquecimento ambiental para cães?

Foto: Pixabay

Como o próprio nome diz, o intuito é de enriquecer o ambiente que os cães têm à sua disposição, de modo que este seja mais interessante e possa entretê-los.

Os cachorros são animais domésticos, ou seja, cujas características são adequadas para que convivam com os seres humanos, nos mesmos ambientes em que vivemos.

Hoje, as cidades são repletas de casas e apartamentos, moradias em que temos segurança e conforto. Se estamos com fome, é só visitar o mercado e encontrar o que precisamos, já embalado e pronto para preparação e consumo.

Acontece que nem sempre foi assim. Antigamente, nossos antepassados viviam em cavernas, precisavam caçar para se alimentar e se expor a situações perigosas para sobreviver, algo que passa longe da maioria da população mundial hoje em dia.

Com os cachorros, a situação também era parecida. Há evidências históricas de que os cães derivaram de lobos cinzentos, os quais, por sua vez, também precisavam caçar para se alimentar, diferente de hoje, em que a ração é comprada em pacotes e apenas depositada no comedouro.

Essa foi uma mudança bem grande, você não acha? Os seres humanos se adaptaram à evolução e podem tranquilamente morar em casas e apartamentos, bem como comprar alimentos direto no mercado, mas os animais sentiram essa variação em seu comportamento histórico.

Na verdade, o enriquecimento ambiental canino derivou do processo de enriquecimento necessário para outros animais: os que eram mantidos em cativeiro, já que foram retirados de seu ambiente normal e trazidos para uma realidade bem diferente.

Nesse caso, o impacto era ainda maior, já que o período de tempo é super abreviado, com sua retirada das florestas, matas, savanas e outros habitats e posterior implantação em um ambiente fechado e mais controlado.

Para mudar essa situação, pensou-se em adaptar o seu novo habitat para algo próximo do que eles encontravam na habitação natural, em que os instintos devem ser usados e a energia pode ser gasta em atividades diversas, como procurar por comida, pensar no que fazer para obtê-la e procurar água para beber, por exemplo.

A partir do momento que isso foi feito com animais em cativeiro, como nos zoológicos, o raciocínio se estendeu aos animais domésticos, já que estes, em algum momento da escala evolutiva, precisaram caçar e procurar por alimento em ambientes selvagens.

A popularização do enriquecimento ambiental entre cuidadores em zoológicos e ambientes de pesquisa se fortaleceu na alteração de 1985 do Animal Welfare Act (Ato de Bem-estar Animal), documento dos Estados Unidos, que introduziu o conceito de bem-estar psicológico de primatas não-humanos e requisitou a realização de exercícios com cães.

Foi daí que derivou o enriquecimento ambiental para cachorros, conceito super importante e que merece todo o destaque que possui hoje em dia.

O enriquecimento ambiental para cães realmente funciona?

Foto: Pixabay

Sim, o que podemos comprovar tanto na prática quanto na teoria.

Em termos práticos, pense no seu dog. Quando você vai trabalhar, ele fica triste e te espera com todas as suas forças, até que abre a porta e já se depara com ele pulando, com o rabo abanando e uma alegria sem tamanho. Essa é uma reação à sua chegada, que mudou a tranquilidade e solidão do ambiente.

O enriquecimento ambiental canino também pode ser comprovado quando você leva seu aumigo para o parque, a praia ou outro lugar em que ele tenha contato direto com a natureza. A alegria é imensa, já que ele está em um ambiente repleto de estímulos para os seus sentidos.

Também há comprovações teóricas para tal, como as que foram constatadas por Clarke, R,S,. Heron, W., Fetherstonhaugh, M.L., Forgays, D.G., e Hebb, D.O. (1951), no artigo “Individual differences in dogs: preliminary report on the effects of early experience”, publicado no Canadian Journal of Psychology.

O estudo concluiu que a exposição dos cães a ambientes complexos desde o início de suas vidas resultou em animais com melhores habilidades de solução de problemas quando comparados aos que foram criados em celas, sem vista para os arredores e com pouco contato com seres humanos.

Em termos práticos, os cães submetidos a desafios se tornam mais inteligentes, já que precisam pensar em formas de se relacionar com o ambiente, assim como seus antepassados planejavam como agir para conseguir comida, o que era uma necessidade vital.

As influências do enriquecimento ambiental, porém, não impactam apenas em mudanças de comportamento e no aprendizado de tarefas, mas também em alterações físicas, de acordo com o artigo “Infant handling: Effects on avoidance learning, brain weight, and cholinesterase activity”.

Publicado em 1963 no periódico Science e de autoria de Tapp, J.T. e Markowitz, H., o enriquecimento ambiental faz com que os cérebros dos animais fiquem mais pesados e que seu sistema nervoso seja modificado, especialmente nos mecanismos colinérgicos.

Ainda que o estudo tenha sido feito com ratos, é de se esperar que resultados similares acometam outros animais, como os cães, que consequentemente teriam uma melhora significativa em seu desempenho.

Enriquecimento ambiental para cães: uma atividade fundamental para seu desenvolvimento

Foto: Pixabay

O conteúdo teve um teor técnico considerável, e até pedimos desculpas por isso, mas o objetivo era mostrar que o enriquecimento ambiental para cachorros realmente funciona e já foi comprovado cientificamente.

Este é o primeiro de uma série de quatro conteúdos sobre enriquecimento ambiental para cães. Você encontra os demais links abaixo. Confira cada um deles e domine esse assunto que tem tudo para melhorar a saúde física, mental e emocional do seu pet!

Saiba mais sobre o assunto:

Você conhecia os conceitos relacionados ao enriquecimento ambiental? Conta pra gente nos comentários.

Equipe Petiko

Escrito por Equipe Petiko

Para pessoas que amam seu pet. Feito por pessoas que amam os seus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Como Saber se o Seu Cachorro Está com Medo

Conheça os Tipos de Enriquecimento Ambiental para Cachorros