Como Superar o Problema dos Latidos Excessivos

in ,

Confira aqui dicas para superar o problema dos latidos excessivos do seu cãozinho. Descubra algumas causas e possíveis soluções!

Lidar com o problema dos latidos excessivos é um desafio para todos nós.

Afinal, é um fato da vida: cães latem. 

Essa é uma de suas formas de comunicação, com muitas causas possíveis e muitos significados.

Quem consegue identificar essas causas tem a fórmula definitiva para resolver esse problema.

Como Superar o Problema dos Latidos Excessivos

Foto: Canva

O latido pode ser simplesmente uma resposta a um estímulo repentino, como a campainha tocando, ou um alerta, um pedido de ajuda.

Obviamente, seu cachorro não deve ser completamente desestimulado a latir, já que isso pode ser útil no tempo e lugar adequados.

Por exemplo, quando eles latem para nos alertar de outros perigos, como alguém invadindo sua casa, seu filho em apuros ou até incêndios domésticos.

Sim, os latidos podem ser tanto uma maldição quando uma bênção.

Imagine que alguns cães de serviço chegam a latir para alertar seus donos sobre problemas médicos, como uma crise epiléptica iminente.

Esses são exemplos de momentos e lugares adequados.

No entanto, não queremos que nossos cães fiquem latindo constantemente sem motivo aparente.

Nem que continuem fazendo isso por muito tempo depois que o momento apropriado passar.

Mais que simplesmente irritantes, esses latidos excessivos podem causar danos às cordas vocais do cão. 

Além de problemas com os vizinhos e constrangimentos em locais públicos.

Portanto, se você deseja superar o problema dos latidos excessivos, e deixá-los reservados aos momentos apropriados, leia esse artigo até o final. 

As causas do latido excessivo

Foto: Canva

Como eu disse, os cães latem por muitas razões, mas o latido excessivo tem uma variedade de causas, incluindo:

  • Energia reprimida
  • Frustração
  • Ansiedade de separação
  • Tédio

O latido obsessivo é seu cão dizendo repetidamente, sem parar:

“Hey! Minhas necessidades não estão sendo atendidas”.

Você só precisa descobrir quais são essas necessidades, ajustar alguns detalhes, para finalmente atendê-las.

Superando o latido excessivo

Primeiro, observe a situação em que os latidos ocorrem.

Se seu cão fica latindo sem parar quando você não está em casa, pode ser sinal de ansiedade de separação.

Leia: Tire suas dúvidas sobre Ansiedade de Separação

A chave para reduzir ou eliminar os latidos quando você não está em casa é assegurar que ele esteja calmo e equilibrado antes de você sair.

Exercite seu cachorro com um longo passeio antes de deixá-lo sozinho, arranje um lugar confortável para ele ficar durante a sua ausência e, então, lhe dê carinho ao retornar, mas apenas se ele estiver em um estado calmo.

Leia: Alguns cachorros não gostam de passear | Extermine esse mito agora

Se o cão fica latindo na sua presença, há muitas maneiras de você lidar com o problema, começando por ficar calmo durante a aplicação da correção.

Corrija o comportamento

Foto: Unsplash

Com muita frequência vejo uma pessoa corrigir um cão gritando: “NÃO!”, o que, especialmente no caso de latidos, não leva a nada.

Por que? Porque um cão agitado já não está ouvindo a correção.

Ao contrário, ele ouve você se juntando ao latido ao fazer um barulho alto.

Quando tenta resolver o problema acrescentando mais barulho, você está apenas incentivando o comportamento inadequado.

Comece corrigindo seu cachorro e detenha o latido com um olhar ou um toque.

Enquanto o barulho continuar, você continua corrigindo, mas de modo calmo, sem desespero.

E se ele persistir, você pode obter melhores resultados com um “não” baixo e tranquilo claramente dirigido ao cão.

Se seu cão continuar latindo sob o mesmo estímulo depois que você tentou corrigi-lo, reivindique o estímulo para si.

Em outras palavras, use sua energia, sua linguagem corporal e direcione o foco dele para longe do estímulo.

É basicamente distraí-lo, criando uma espécie de barreira entre ele e a causa dos latidos.

Voltando a atenção do animal para longe da causa, você lhe diz que aquilo não o afeta, e que você tem tudo sob controle.

A causa do latido também fornece uma importante pista sobre o estado de espírito do animal.

Se ele fica no portão da casa latindo para os vizinhos que passam, isso significa que algo que está acontecendo por lá é mais interessante do que ele têm dentro de casa.

Ele está à procura de emoção e desafio e os encontra em outro lugar.

Mais uma vez, é hora de se certificar de que ele está fazendo exercício suficiente por meio de uma boa caminhada, e de que tem em casa o bastante para interessá-lo, assim não vai procurar nada em outro lugar.

Leia: Ideias de enriquecimento ambiental para cães

Se você achar que não está conseguindo controlar o latido excessivo sozinho, não hesite em contratar um profissional.

Conclusão

Foto: Canva

Assim como mastigar, latir é um comportamento natural para os cães, mas pode se tornar um problema quando é excessivo ou ocorre em momentos inapropriados.

E dependendo da causa, você deve conseguir corrigir esse comportamento proporcionando a dose correta de exercício, disciplina e carinho.

Leia: De quanto exercício um cachorro precisa todos os dias

Você tem dificuldades em controlar seu cachorro durante o passeio? Caminhar com ele é mais estressante do que prazeroso pra você? Baixe gratuitamente o Infográfico: 7 passos ilustrados para qualquer dono acabar com os puxões durante o passeio.

Confira outras dicas do Estilo Ruff Ruff no BLOG.Petiko

Ou acesse: Textos Ruff Ruff

Seu cãozinho costuma latir excessivamente? Quais medidas você toma para minimizar isso? Conta pra gente aqui embaixo! 🙂

Ruff Ruff

Escrito por Ruff Ruff

Em tudo o que fazemos nós acreditamos em desafiar o tradicional pensando o estilo de vida com nossos cães de forma diferente. Desafiamos o tradicional criando produtos muito bem projetados, feitos para durar e que proporcionam momentos especiais entre você e seu cão. Acabamos naturalmente fazendo produtos fora de série para cachorros, mas pensando no estilo dos donos. Quer conhecê-los?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Carnaval Pet

Minha Experiência com Parto de Gato