Meu Cachorro Não Gosta de Ficar Sozinho, e Agora?

in ,

Seu cachorro não gosta que você saia de casa e sofre com ansiedade por separação? Confira tudo aqui como lidar com esses sentimentos do seu pet.

Deixar o pet sozinho em casa sempre dá aquele aperto no coração, né?

Acredito que uma das maiores preocupações dos tutores é garantir que nossos filhos de quatro patas fiquem bem durante os períodos que precisam ficar sozinhos, não é mesmo?

Por mais que os tutores tentem assegurar o bem estar dos animais nesses momentos, é normal que os bichos sintam falta do dono.

Mas, às vezes, a carência extrapola e vira a chamada síndrome da ansiedade de separação, alguns cães acabam sofrendo mais com a solidão do que outros e podem desenvolver comportamentos indesejados e prejudiciais.

Meu Cachorro Não Gosta de Ficar Sozinho, e Agora?

O QUE É ANSIEDADE DE SEPARAÇÃO?

Se você passa muitas horas fora de casa e tem observado alguns comportamentos diferentes em seu cãozinho, como empolgação exagerada quando você volta para casa, excesso de latidos, xixi e cocô fora de lugar, aumento da destruição de objetos, ou até mesmo apatia, falta de apetite e automutilação, isso pode ser sinal de que seu pet está sofrendo de ansiedade de separação.

COMO ACOSTUMAR MEU PET A FICAR BEM SOZINHO?

1. Treine deixá-lo sozinho aos poucos

Se acha que seu pet não vai ficar muito bem sozinho, comece oferecendo um brinquedo ou petisco.

Quando ele estiver entretido, vá para outro cômodo da casa e deixe-o um tempo brincando sozinho.

Volte depois de alguns minutos e aja naturalmente, sem fazer grandes festas para ele entender esses momentos como normais, assim ele vai começar a entender que ficar brincando sozinho também é divertido.

Reprodução: @snowdoguinhoo

Alguns animais ficam ansiosos quando notam algum estímulo comum ligado a sua saída, como calçar o sapato ou mexer nas chaves.

O Snow (meu cachorro), fica louco, pulando e esperamos ele se acalmar, sentamos e não ligamos para a euforia dele, logo ele fica tranquilo e podemos sair tranquilamente.

Assim que perceber que o cachorro está distraído, deixe ele um tempo sozinho e volte.

Repita esse processo algumas vezes. Com o tempo ele entenderá que essas são ações normais.

2. Atividade física

Reprodução: @snowdoguinhoo

É importante inserir em sua rotina e na do seu pet a prática de atividades físicas antes de você sair de casa, seja um passeio longo ou uma brincadeira intensa.

Assim, o cachorro estará com a energia mais baixa quando estiver sozinho, o que diminuirá a sensação de ansiedade para a sua volta.

3. É importante preparar o ambiente para a sua saída

Muitos tutores se sentem culpados na hora de sair de casa e deixar o pet sozinho que fazem uma longa cena de despedida antes de sair e uma enorme festa quando voltam.

Porém, esse comportamento dos humanos é um dos principais fatores que levam os cães a desenvolverem a ansiedade de separação.

Esse tipo de atitude faz com que o animal entenda o momento da separação como algo que pode ser ruim, tanto pra ele quanto para o humano, pois ele sente sua tristeza e preocupação. Sendo assim, ele passa a desejar que o dono não saia de casa.

4. Volte para casa sem muita ‘’festa’’

Assim como ao sair, é importante não demonstrar tristeza, ao voltar é importante não dar atenção excessiva ao pet, pois você está ensinando ao animal que aquele é o melhor momento do dia para ele, no qual você oferece petiscos e faz muito carinho.

Dessa forma, seu pet passa a esperar ansiosamente pela sua volta, o que acaba sendo um problema também.

Eu sei que é difícil não se despedir e não fazer uma festa quando volta, mas isso pode ser melhor para o seu pet.

Além disso, a falta de estímulos para ele brincar enquanto está sozinho também colabora para que ele desenvolva a ansiedade de separação.

Se você não oferece um ambiente rico ao animal em sua casa quando não está presente, como brinquedos, petiscos e etc, a chance de cãozinho ficar entediado é muito grande e isso aumenta a probabilidade dele desenvolver comportamentos indesejados.

Texto relacionado: Seu cachorro fica muito tempo sozinho? Saiba o que fazer

Seu cachorro sofre quando você sai de casa? Quais medidas você toma? Conta pra gente aqui embaixo!

Camilla Dias do snowdoguinhoo

Escrito por Camilla Dias do snowdoguinhoo

Engenheira Sanitarista e Ambiental, tenho um filho de 4 patas, o @snowdoguinhoo, um Akita Inu muito fofo, carinhoso e adora uma bagunça, Snow foi quem que me ajudou a enxergar o mundo e os animais de outra maneira, hoje sou vegetariana, amante e defensora dos animais.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Conheça o BOX.Petiko Para Gatos

Guia Para Cachorro 3 em 1: Você Consegue Passear Sem Usar as Mãos?