SRD: Uma Raça Sem Igual

in

Cada vez mais os SRD vem ganhando os corações e ocupando as residências dos brasileiros, entenda o porquê!

Olá, eu sou a Hadrielly, mãe da @brigittedisse e aluna da Academia da Matilha e hoje vou encarar a difícil tarefa de definir as características do fantástico e diverso cãozinho sem raça definida (o famoso SRD) e te mostrar alguns motivos para ter um exemplar único desses na sua casa! Vamos lá?

Foto: @brigittedisse

Saiba mais sobre os SRD’s:

Origem do SRD

Com a rápida ascensão da aristocracia inglesa no final do século 19, selecionar artificialmente cães com traços específicos para a participação em exposições e venda dos animais, tornou-se um hobby e um símbolo de poder entre a elite. Como reflexo da sociedade estruturada da época, então, passam a existir os cachorros com pedigree, considerados dignos de serem ostentados pela nobreza. Portanto, os cachorros que não passaram por essa seleção, se tornaram os futuros sem raça definida e, por muito tempo, foram vistos como inferiores.

Em outras palavras, a origem do vira-lata moderno coincide com a seleção artificial de raças ocorrida na Era Vitoriana, há cerca de 150 anos. uma vez que foi esse processo que formalizou o início da divisão moderna da espécie canina em raças bem definidas.

Apesar do longo histórico de preconceito sofrido, com seu jeitinho tão especial e combinação de características sem igual, é difícil resistir aos charmes do SRD! Continua nesse texto que vou te contar o que torna ele tão irresistível!

Motivos para ter um SRD

1) Eles são flexíveis

Foto: @brigittedisse

Sabemos que algumas raças são conhecidas pelas suas habilidades marcantes de, por exemplo, guarda, caça e pastoreio. Essas são ótimas qualidades, É VERDADE! No entanto, é necessário que, no momento de escolha da raça, a família reflita sobre essas características e saiba direcioná-las apropriadamente para que os pets não desenvolvam problemas de comportamento e socialização.

Por outro lado, por ser resultado da mistura de, pelo menos, mais de uma raça, o SRD, de maneira geral, não tem traços de personalidade específicos e se molda com mais facilidade aos hábitos e estilo de vida da família. Afinal, ele traz na sua bagagem genética um amplo leque de habilidades.

2) Eles são únicos

Foto: @brigittedisse

Não importa se você prefere pelo curto ou longo, preto, branco, bege ou multicolorido,  cachorros mais altos ou baixos, porte P ou G, focinho curto ou longo, existe um vira lata com a combinação das suas características físicas preferidas, mesmo que ela seja um tanto quanto inusitada – e é isso que os torna tão especiais!

Além disso, para quem gosta de viver uma vida cheia de surpresas, adotar um filhote de SRD é uma aventura e tanto! Afinal, muitas vezes é difícil prever como exatamente ele será quando ficar adulto – quem nunca ouviu (ou viveu) a história do filhote porte P que, pra surpresa dos tutores, acabou virando G?

3) Eles vivem mais        

Foto: @brigittedisse

Com a finalidade de preservar e otimizar características desejáveis em uma raça, a seleção artificial muitas vezes ocorre por cruzamentos entre cães muito próximos em termos de grau de parentesco. Isso tende a aumentar o risco de doenças genéticas, uma vez que reforça a possibilidade de um gene defeituoso presente na linhagem se manifestar.

Em comparação com os cães de raça, os SRD têm a ampliação das possibilidades de combinação do conjunto de genes. Portanto, essa característica os torna menos vulneráveis a combinações indesejadas e dilui a manifestação de doenças genéticas.

Por esse motivo, de maneira geral, os SRD possuem uma expectativa de vida média de 8.5 anos, enquanto que os cachorros de raça tem uma expectativa de vida média de 6.7 anos de vida. Mas claro, isso varia de acordo com o porte, cuidados e qualidade genética de cada indivíduo e não apenas da raça.

4) Você vai salvar uma vida

Foto: @brigittedisse

Segundo dados do Instituto Pet Brasil (IPB), cerca de 165 mil cães abandonados vivem sob a tutela de ONGs e grupos de protetores, sendo a maioria destes, SRD.

Ao adotar um cãozinho destes, ou mesmo resgatar um diretamente das ruas, você não somente estará oferecendo melhores condições de vida para ele, como também estará possibilitando que os protetores ofereçam espaço, cuidado e recursos para outro pet.

Conclusão    

Foto: @brigittedisse

Apesar de ser imprevisível em termos de genética, duas coisas são certas: o SRD vai trazer muita alegria para sua casa e, como todo cãozinho, vai amar um petisquinho!

Com a BOX.PETIKO, além de você fortalecer o vínculo com seu pet através das brincadeiras, você ainda proporciona muita diversão e gasto de energia de energia para ele. E, de quebra, ele ainda ganha uns petisquinhos super premium deliciosos. Afinal, com essas qualidades todas, ele merece, né?

Quer mais dicas sobre SRD? Tem mais um post cheio de motivos para você se encantar com eles aqui na Petiko, CLIQUE AQUI e tente resistir!

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre o SRD e suas particularidades! Conta pra mim, assim como eu, você também já caiu nos encantos de um cãozinho sem raça definida? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Leia também: Pastor Alemão: Tudo que Você Precisa Saber Sobre Essa Raça

E você? Já se apaixonou pelo SRD? Conta pra gente nos comentários!

Matilha Brasil

Escrito por Matilha Brasil

Olá, nós somos a Matilha Brasil!
Um grupo de dogs do Instagram unidos em torno de um calendário de ações diferentonas e dispostos a surpreender os seguidores e mudar a cara das ações no Mercado Pet! E como a Petiko é uma marca aumiga e aberta às novidades, aqui no Blog vamos postar dicas pet legais pra Cachorro! Visite nosso Instagram para saber mais sobre nossa Matilha!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Porque Não Punir Seu Cachorro

A Importância de Uma Boa Alimentação Para Cães