Adestramento de pet: principais acessórios

in ,

O uso dos equipamentos certos faz toda a diferença no processo e no resultado de treinamentos e adestramento dos pets. Confira!

Existem inúmeros acessórios que nos auxiliam no adestramento e no convívio diário. Ter o material adequado para cada tipo de cão faz toda a diferença no processo de treinamento e educação, e tudo deve ser escolhido a partir das demandas do próprio cãozinho.

Nos próximos posts vamos conhecer um pouco mais sobre os principais equipamentos. São eles:

  • Marcadores;
  • Coleiras;
  • Guias;
  • Caixas de contenção/transporte;
  • Equipamentos corretivos.

Marcadores

Mulher adestrando seus cachorros com apito
Foto: Canva

Usando o condicionamento clássico e a metodologia de adestramento Moulding, os marcadores ajudam a reforçar o comportamento correto porque são imediatos. Eles não são a recompensa, eles são um sinal de que o comportamento realizado foi correto e uma promessa de que uma recompensa está a caminho.

Inicialmente os marcadores foram usados nos anos 60 pela bióloga e especialista em psicologia comportamental Karen Pryor, no adestramento de golfinhos. Como esses animais são normalmente orientados a se comunicar pelos sons, fazia sentido utilizar um apito como marcador.

Hoje em dia, muitas pessoas também têm usado os apitos para o treinamento de cães para conseguir uma resposta melhor quando eles estão distantes. O apito tem um som agudo, diferente da maioria dos sons do dia a dia, e pode ser escutado a longas distâncias.

O treinamento com apito pode ser extremamente divertido e prazeroso, pois envolve um alto nível de confiança e de integração entre duas espécies tão diferentes e, ainda assim, tão próximas uma da outra.

Embora seja possível definir qualquer combinação de sons para um determinado comando, existem certos toques que já são praticamente universais, por exemplo, para o cão sentar à distância, é usado um apito longo, e para o cão ir até o tutor, são apitos curtos. Um detalhe importante é que a frequência não causa danos aos ouvidos dos cães, por isso pode ser usado tranquilamente.

Como funcionam os clickers

Cachorro aprendendo a dar a patinha com a ajuda do clicker
Foto: Canva

os clickers são os marcadores mais usados no adestramento e são, essencialmente, um jeito abreviado de dizer “muito bem”. O princípio é simples: o tutor treina o cão a adorar um determinado som (click) e passa a utilizá-lo sempre que o cão efetuar o comportamento desejado. Em pouco tempo, o cão estará obedecendo aos comandos para que possa ouvir o click e receber a recompensa.

O clicker ajuda o cão a reconhecer exatamente o comportamento que gerou a recompensa. Ou seja, sempre que o cão escutar o clique, saberá que executou o comportamento correto e poderá receber a recompensa. Por ser instantâneo, é ótima maneira de deixar claro para o cão que ele recebeu a recompensa por sentar não por latir, por exemplo, mesmo que tenha latido logo após ter sentado.                                                                        

Ajuda o cão a identificar exatamente o comportamento desejado por ser bem rápido e preciso do que, por exemplo, se o tutor falar: “muito bem…”

Qualquer objeto que faça um barulho rápido e preciso pode funcionar como marcador, inclusive um estalo com a boca ou um elogio, desde que sejam curtos, específicos e consistentes.

O marcador verbal deve ser uma palavra curta, como “ok”, “isso” ou “muito bem” e deve acontecer no exato momento que o cão estiver executando o comportamento desejado. Deve-se, no entanto, ter cuidado ao usar a voz como marcador, já que o tom nem sempre é consistente e as palavras ou qualquer som que façamos também podem ser usados em conversas comuns e acabar perdendo importância.

Tenha cuidado para não marcar tarde demais. Se a marcação ocorrer após o cão realizar o comportamento desejado, ele achará que está sendo recompensado por algo diferente do que o que realmente está. O petisco pode seguir o comportamento, mas o marcador verbal ou clique dever ser no momento exato.

Leia também:
Adestramento Básico para Cães
Dicas para lidar com destruição de objetos
Comedouro lento: conheça 3 benefícios para os pets
Coleira: saiba como escolher a melhor para seu pet

Piero Giuntoli

Escrito por Piero Giuntoli

Apaixonado por cães desde pequeno, o adestrador e especialista em comportamento canino Piero Giuntoli é formado em Publicidade e trabalhou durante sete anos no setor de entretenimento e produção audiovisual.

Em 2014, após decidir mudar de área e se especializar em psicologia canina, criou a FitDog Adestramento & Consultoria Comportamental com o objetivo de melhorar a convivência entre famílias e cães, com qualidade de vida e reduzindo assim a possibilidade de rejeição e de abandono.

Site: fitdog.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

Cachorro se alimentando em um comedouro de patinhas

Obesidade x saúde do seu pet: entenda sobre o assunto

Gato british Shorhair azul (cinza)

British Shorthair: saiba tudo sobre essa raça de gato