in

HahaHaha AmeiAmei OMGOMG BravoBravo InteressanteInteressante

5 sintomas de um cachorro desequilibrado (e como resolvê-los)

Saiba os principais sintomas de um cachorro desequilibrado e algumas dicas de como deixá-lo realmente feliz.


Quando decidimos criar um cachorro, automaticamente assumimos o compromisso de garantir sua segurança, saúde e felicidade. Isso acontece porque cães domésticos possuem uma série de necessidades que surgem quando os levamos para casa.

Um cão doméstico não pode caçar seu alimento, não gastará a mesma energia nem exercitará seus instintos como um animal selvagem. Portanto eles crescerão dependendo de você para lhes garantir esse equilíbrio.

Dito isso vamos estabelecer desde já que se você deseja cumprir seu papel tendo um cão realmente feliz, ele precisa ser um cachorro equilibrado.

Um cachorro desequilibrado afeta diretamente o bem-estar da sua família porque eventualmente apresentará problemas de comportamento que acabarão desgastando a relação e frustrando a todos.

Continue lendo esse artigo para entender exatamente como identificar esse desequilíbrio e garantir a solução dos problemas decorrentes dele.

Índice de conteúdo

1. O que todo dono deseja em um cão?
2. A fórmula para um cachorro equilibrado
3. Como aplicar a Fórmula do Equilíbrio corretamente?
4. Os 5 principais sintomas de um cachorro desequilibrado (e como resolvê-los)


Via pixabay


O que todo dono deseja em um cão?

Primeiro você deseja para o seu cachorro um estado de excitação, mas em um certo nível de intensidade. É quando o seu cão te recebe com alegria, balançando o rabo demonstrando felicidade.

Depois você deseja um estado de calma. É quando você precisa de tranquilidade para assistir televisão, jantar com a família, falar ao telefone ou receber visitas.

O cachorro perfeito se destaca em meio a outros pela capacidade de alternar entre esses dois estados, calma e excitação, conforme o desejo do dono. Essa capacidade que manterá um equilíbrio perfeito entre você e ele.


A fórmula para um cachorro equilibrado

Um cachorro equilibrado é aquele que possui suas necessidades e instintos básicos atendidos através de:

– Exercícios

Você deve trabalhar os instintos do cão através de exercícios na dose correta. Por isso defendemos que “um cachorro cansado é sempre um bom cão”.

– Disciplina

Você deve trabalhar a inteligência do cão com exercícios de disciplina. Todo cachorro é por natureza um trabalhador e precisa sentir-se útil.

– Carinho

Você deve expressar carinho, atendendo às emoções do cão. Essa é a hora de utilizar o carinho como uma forma de recompensa pelo cumprimento das duas etapas anteriores.

Cesar Millan chama isso de Fórmula do Equilíbrio:


1- Exercitar o corpo gera para o cão realização, isso cria confiança.

2- Disciplinar a mente trabalha o intelecto, com isso você cria respeito.

3- Dar carinho conforta o coração, tornando o cão emocionalmente satisfeito, isso gera amor.


Esse equilíbrio é refletido em um animal calmo e submisso, obediente e comportado. Um cachorro que confia, respeita e ama o seu dono. É dessa forma que cumprimos as necessidades do cão e promovemos um comportamento equilibrado.


Via pixabay


Como aplicar a Fórmula do Equilíbrio corretamente?

Exercício, disciplina e carinho não possuem o mesmo grau de importância.

Não forneça exercício suficiente e o excesso de energia dele irá anular todo o resto. A mente do cão não estará focalizada e seus sentimentos estarão completamente fora de controle.

Dê ao seu cão somente carinho e você estará recompensando os comportamentos indesejados de um animal desequilibrado. Lembre-se que seu cachorro entende o carinho como um ato de aprovação.

Forneça exercício e carinho sem disciplina e você provavelmente terá um cachorro que nunca ouvirá ninguém e só fará o que bem entender.

Daí a importância de dar exercícios, disciplina e carinho, nessa ordem. Você primeiro inspira confiança, para depois ganhar respeito e finalmente ser amado.

Os 5 principais sintomas de um cachorro desequilibrado (e como resolvê-los)

Se você não oferece com consistência exercício, disciplina e carinho (nessa ordem), é provável que já tenha em casa um cachorro desequilibrado. De toda forma, alguns sintomas são comuns e entregam facilmente esse estado:

#1 Ele pode ter medo de animais, pessoas e outras coisas

O desequilíbrio gera falta de confiança do seu cão em si mesmo, fazendo com que ele fique alerta demais (usando o focinho, os olhos e as orelhas) em momentos que deveria relaxar.

Construa a confiança dele aos poucos ajudando-o a realizar repetidamente pequenos objetivos.

A combinação de exercícios e disciplina (através de trabalho) contribuirá para a construção da auto-estima dele. Um cão seguro de si naturalmente sente-se menos ameaçado.


#2 Ele pode ser agressivo com pessoas e outros animais

Cães geralmente reagem assim por uma razão simples: eles querem que uma pessoa ou animal vá embora. Em situações de excitação avançada ele poderá ser mais ousado e agressivo a ponto de perseguir ou atacar a vítima.

O nível de excitação é diretamente proporcional ao nível de energia acumulada. Portanto manter uma rotina de exercícios adequada naturalmente contribuirá para amenizar o problema.


#3 Ele pode demonstrar sinais de ansiedade

Podemos definir a ansiedade como um problema de comportamento que se manifesta através de sintomas como salivação excessiva, latidos e destruição de itens da casa (como objetos, paredes, portas e pisos).

Existem várias causas para o problema de ansiedade, mas definitivamente o tédio e a falta de exercícios são duas delas. A Fórmula do Equilíbrio ajuda a estabelecer um equilíbrio entre paciência, obediência e confiança em seu cão.


#4 Ele pode demonstrar sinais de hiperatividade

A hiperatividade ou excitação excessiva podem se manifestar através de sintomas como mau comportamento, destruição e latidos além da conta. Ela também se revela quando eles costumam pular muito nas pessoas e ficar obcecados com as coisas.

Novamente, se o seu cachorro costuma demonstrar sinais de hiperatividade, o problema provavelmente decorre do tédio e da falta de exercícios. Para resolvê-lo reveja o nível de intensidade e tipos de exercícios que o seu cão recebe diariamente.


#5 Ele pode ser desobediente

Cães na natureza andam em bando e seguem o líder da matilha em busca de orientação. É o líder quem dá o equilíbrio, dita o ritmo da caminhada, tem prioridade nas refeições e determina qual é o momento de trabalho e descanso.

Cães domesticados buscam a mesma orientação, mas na ausência de uma liderança forte eles naturalmente reivindicam esse posto e tendem a definir o que devem fazer, e quando devem fazer.

A solução para a desobediência está no exercício da liderança, e para que isso aconteça o equilíbrio entre exercícios, disciplina e carinho é fundamental.



Conclusão

Lembre-se, se você deseja ter um cão realmente feliz, ele precisa ser um cachorro equilibrado. Esse equilíbrio só acontece quando as necessidades e instintos naturais de um cão são totalmente atendidos.

No fim o objetivo deles é ajudar o bando a sobreviver, e eles o fazem justamente seguindo o líder (nesse caso, você). Seu papel como líder é fornecer equilíbrio, respeitando as necessidades dele e fornecendo exercícios, disciplina e carinho (nessa ordem).


artigo-desktop-2


O que você achou??

4 points
Upvote Downvote
Ruff Ruff

Escrito por Ruff Ruff

Em tudo o que fazemos nós acreditamos em desafiar o tradicional pensando o estilo de vida com nossos cães de forma diferente. Desafiamos o tradicional criando produtos muito bem projetados, feitos para durar e que proporcionam momentos especiais entre você e seu cão. Acabamos naturalmente fazendo produtos fora de série para cachorros, mas pensando no estilo dos donos. Quer conhecê-los?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Qual a quantidade de exercício físico que seu cão precisa?

Vamos falar sobre os medos caninos?