Cachorro em Apartamento: Guia Com as Principais Dúvidas (e Respostas) Sobre o Tema!

in ,

Catioros são ótimos para quem mora em apês!

Ter cachorro em apartamento é super comum. Afinal de contas, não é porque você vive em um prédio ou condomínio, junto a outras pessoas, que não possa manifestar o seu grande amor pelos animais!

Nós somos super defensores disso, mas é verdade que há algumas diferenças em relação às pessoas que têm um cachorro para criar em apartamento e outras que têm casa, o que vai muito além do espaço disponível.

Cachorro em Apartamento: Confira Agora o Guia com as Principais Dúvidas.

Para desmistificar o assunto, nós separamos várias informações importantes e relevantes para quem tem dogs e mora em apês. Continue a leitura para saber como essa é uma relação que tem tudo para dar certo!

Principais dúvidas e respostas sobre cachorro em apartamento

Doguinhos e apartamentos: tá aí uma deliciosa relação!

Índice de leitura:

Principais dúvidas e respostas sobre cachorro em apartamento:

Posso criar cachorro em apartamento?

Foto: Canva

Sem sombra de dúvidas! O que conta não é o tipo de imóvel em que você mora, mas sim o amor, carinho e dedicação que tem com o seu peludinho.

É claro que existem alguns cuidados especiais que devem ser tomados devido ao fato de ser um espaço compartilhado com outras pessoas, o qual também pode ter alguma limitação de espaço, mas o fato de ser um apartamento não invalida em nada ter um pet.

Neste sentido, inclusive, você pode se perguntar quanto aos condomínios que proíbem a presença de animais de estimação, mas é super importante saber que esta é uma prática proibida pela Constituição Federal!

Seu artigo 5º diz que “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”, e garante uma série de direitos e deveres aos brasileiros e estrangeiros residentes no país. Seu inciso XXII diz que “é garantido o direito da propriedade privada”, ou seja, não se pode proibir a presença de animais em apês.

O que pode, sim, ser feito, é que os condomínios restrinjam alguns elementos, como o fato de que os pets devem usar os elevadores de serviço e circular em áreas comuns usando guias, por exemplo. Porém, proibir sua presença está fora de cogitação.

É importante ressaltar, porém, que isso só se aplica aos casos em que os animais não interfiram na saúde e segurança dos demais moradores, bem como não seja um fator que prejudique o sossego e a calmaria no ambiente, pois isso seria equivalente a tirar os direitos de outras pessoas.

Como tornar possível a convivência dos cães em apartamentos?

Foto: Canva

Se você não sabe como ter cachorro em apartamento porque o seu pet faz muito barulho ou não se dá bem com outras pessoas, como os vizinhos, por exemplo, algumas dicas são super importantes. Dá só uma olhada:

  • Siga as regras do condomínio. A menos que não seja nada inconstitucional, como vimos anteriormente, siga as regras que o estabelecimento tiver, como usar guias nas áreas comuns. Assim, você deixa de ter problemas e garante uma experiência agradável e harmoniosa com todos.
  • Treine seu pet para amenizar os latidos. Latido excessivo é uma situação relativamente comum, mas que pode incomodar os vizinhos. Neste artigo sobre problemas de comportamento canino, você pode encontrar um tutorial simples para ajudar a evitar o excesso de latidos com um treinamento que pode ser feito por você mesmo e o dog. Assim, todos saem ganhando, e o melhor, de uma maneira saudável e divertida!
  • Tenha telas de proteção. Tanto para proteger o seu cachorro em apartamento quanto outras pessoas, especialmente quando se mora em apartamentos no térreo, cujas janelas ficam bem perto das áreas comuns de circulação, é indispensável ter telas em todas elas. Isso traz segurança para todos os envolvidos.
  • Amenize o barulho das patinhas do seu pet. Enquanto você pode amar o barulho das patas do seu cachorro correndo para lá e para cá pelo apê, pode ser que o vizinho de baixo se incomode. Para evitar que isso aconteça, coloque tapetes pela casa e sempre mantenha suas unhas cortadas em um tamanho seguro. Essa é uma das dicas mágicas para quem tem cachorro em apartamento!
  • Invista no adestramento se ele não se dá muito bem com as áreas comuns e elevadores. Você conhece a personalidade do seu pet, mas outras pessoas não. Para que a convivência não cause problemas, se você sabe que ele não gosta tanto de ficar perto de estranhos, o que pode complicar aqueles momentos no elevador, por exemplo, vale a pena conhecer boas dicas de adestramento para cães ou mesmo investir nos serviços de um adestrador profissional.

Como cuidar da higiene e limpeza dos cães em apartamento?

Foto: Canva

Nós poderíamos colocar este detalhe na lista, mas ele é tão importante que decidimos ter um tópico exclusivo para falar sobre a higiene.

Um grande aliado de quem mora em apartamento (e também em casa) é o tapete higiênico descartável para cachorro. Assim, o pet pode fazer suas necessidades em um tapetinho e, quando este já estiver sujo, é só trocar e colocar um novo. Super simples. O Tapetikos é o produto perfeito para isso! 😉

Para facilitar a sua vida, o ideal é ter um cantinho para cachorro em apartamento em que ele saiba que deve fazer suas necessidades. Ensine-o onde ele deve ir para o xixi e o cocô e tenha paciência, pois deve ser necessário um período de adaptação, mas ele poderá aprender para ajudar a evitar surpresas pela casa.

A higiene deve ser feita pelo menos uma vez por dia. Além de deixar o aroma do seu apê em dia, não se esqueça que deixar de ter os cuidados de higiene pode fazer com que o cheiro vá para as áreas comuns e os apartamentos vizinhos, o que realmente não é muito bacana.

Outra dica valiosa é que você tenha um kit tira pelos. Afinal de contas, em um espaço que tende a ser reduzido, é bem provável que você tenha vários pelinhos em sua roupa, e os produtos deste kit ajudam bastante!

Veja mais: Cuidados com a higiene em animais que moram em apartamento

Como enriquecer o ambiente para o pet?

Foto: Canva

Você já ouviu falar sobre enriquecimento ambiental para cães? Basicamente, o objetivo é de deixar o ambiente rico, mais próximo do que os cães primitivos tinham e, com isso, que os permita brincar, correr e se divertir como se estivessem em seus habitats naturais.

É importante saber quais são os tipos de enriquecimento ambiental para cachorros e o que fazer para proporcioná-los, de modo que consiga colocar seus planos em prática e, assim, deixar o lugar ainda mais bacana e atrativo para eles. Confira:

  • Enriquecimento social: permita que seu pet interaja com outros, tanto cachorros quanto pessoas e mesmo outras espécies, como gatos e pássaros.
  • Enriquecimento ocupacional: atividades que deixem o pet ocupado, como brincadeiras, tarefas, jogos e outras que estimulem seu corpo e sua mente.
  • Enriquecimento nutricional: fazer com que os cães procurem por sua comida, o que agrega um desafio à atividade, além de usar alimentos com diferentes texturas e sabores (sempre de acordo com o que o seu aumigo pode comer, é claro).
  • Enriquecimento físico: interação com coisas “físicas”, como brinquedos com os quais ele possa se divertir e espaços em que ele possa cavar, por exemplo. Este é um pouco mais difícil de se aplicar a um cachorro em apartamento, mas use sua criatividade para fazer o que for possível!
  • Enriquecimento sensorial: atividades que trabalham com os outros sentidos dos cães, como olfato e audição. Contempla da presença de aromas pela casa ao uso de músicas para relaxá-los, por exemplo.

Além dos artigos de que comentamos nesta seção, se você quer aprender mais sobre o assunto, pode acessar os que falam sobre ideias de enriquecimento ambiental para cães e brinquedos de enriquecimento ambiental.

É realmente importante passear com o cachorro?

Foto: Canva

Não há problema algum em criar cachorro em apartamento, mas é importante lembrar que eles precisam de um espaço para correr, respirar ar puro e visitar outros ambientes, ou seja, passear é fundamental!

Para reforçar, vale comentar sobre o estudo “I Walk My Dog Because It Makes Me Happy: A Qualitative Study to Understand Why Dogs Motivate Walking and Improved Health” (eu passeio com meu cão porque isso me faz feliz: um estudo qualitativo para entender porque os cães motivam caminhadas e uma saúde melhor).

Em sua conclusão, os autores citaram que os relacionamentos sociais, mesmo com não-humanos, podem impactar o comportamento em relação às atividades físicas através da construção de um senso de responsabilidade com o outro e de prazer compartilhado.

Também foi citado que caminhar com o cachorro é usado tanto para satisfazer as necessidades emocionais do tutor quanto as necessidades físicas do pet, ou seja, os dois saem ganhando com isso!

Separe pelo menos um horário do dia para passear com seu pet. Pode ser em um parque, nas ruas ou mesmo dentro do condomínio (sempre de acordo com as regras, é claro). Pode ter certeza que os dois serão beneficiados por isso, além de aliviar o estresse dos cães.

Ah, lembre-se de que, em tempos de distanciamento social, a recomendação é de sair em horários e locais com pouco movimento, de modo a evitar aglomerações. Além disso, não deixe o pet se esfregar em superfícies externas e, quando chegar em casa, lave as patinhas (e também suas mãos) com água e sabão!

Veja também: Saiba os verdadeiros benefícios em caminhar com seu cachorro

É possível ter um cachorro grande em apartamento?

Foto: Canva

Ao procurar as melhores raças de cachorro para quem mora em apartamento, é comum se deparar apenas com cães menores. Isso traz uma grande dúvida a respeito dos cachorros de maior porte, e felizmente a resposta para esta pergunta é positiva!

Até mais importante que o espaço em si, podemos dizer que o que conta bastante é o nível de energia do dog. Se ele estiver em um ambiente enriquecido e preparado para recebê-lo, não tem problema em criá-lo em um apartamento – afinal, o cãozinho não vai medir seu apê com uma trena, né? rs

Sempre busque adaptar o espaço para criar cachorro em apartamento, o que fará com que ele tenha uma experiência confortável e super divertida, além de respeitar os passeios e ter um monte de amor para dar a eles.

Se você está interessado em ver um relato original de cachorro grande em apartamento, confira o artigo sobre como é ter um Golden Retriever em um apartamento e comprove como isso é mais que possível!

Dica bônus: BOX.Petiko é sinônimo de diversão para o seu catioro!

Foto: BOX.Petiko

Depois de ver um monte de dicas sobre como criar cachorro em apartamento, ficou claro como é importante que eles tenham brinquedos e atividades para se divertir e gastar energia, não é?

Pois bem, com o BOX.Petiko para cães, você receberá todos os meses uma seleção especial, com brinquedos, petiscos e várias outras coisas super legais para o seu pet, além de uma revista para o tutor, com conteúdos especiais para cuidar ainda melhor do seu amigo peludo.

Com a praticidade de poder receber tudo em sua casa, ter um cachorro para criar em apartamento é uma escolha ainda melhor quando você conta com o BOX.Petiko para enriquecer o ambiente e também suas histórias!

Cachorro em apartamento: uma relação que dá super certo!

Foto: Canva

Do cachorro para ter em apartamento às dicas de higiene, segurança e adestramento, viu como é perfeitamente possível ter um doguinho (ou mesmo um dogão) em um apê sem problema algum?

A convivência será um pouco diferente do que em uma casa, de fato, mas com muito amor, carinho e dedicação, este será apenas um detalhe e seu pet se sentirá tão feliz como qualquer outro, inclusive os que moram em casas grandes e mais espaçosas.

Qual é a sua experiência sobre ter cachorro em apartamento? Tem alguma outra dica além das que comentamos? Qual foi a que você mais gostou? Deixe sua opinião nos comentários e até a próxima! 🐶

Equipe Petiko

Escrito por Equipe Petiko

Para pessoas que amam seu pet. Feito por pessoas que amam os seus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comments

Mais artigos como este:

O Comércio de Animais Silvestres e a Covid-19

Gatificação: Enriquecimento Ambiental para Gatos